Mãe, independente de ser casada ou solteira, é algo especial. É única. Mas, quando se trata de mães solteiras, algumas coisas podem ser diferentes e por isso, separamos algumas dicas para que essa fase seja ainda melhor. Confira!

Não tenha medo do seu futuro amoroso! 
Aprenda a viver sozinha. Essa é a regra número 1 para as mães solteiras terem autoconfiança em si mesmas. Vá a eventos sociais sozinha, assuma sua solteirice com cabeça erguida. Não se sinta menor por não ser casada. Dê tempo ao tempo e esteja aberta. Mas, acima de tudo, priorize seus filhos, isso te fortalecerá e você conseguirá transmitir para todos à sua volta, a mulher forte e segura que é!

Julgamentos e críticas existirão. Aprenda a ignorá-los.
As pessoas adoram falar das outras. Se você engordou demais na gravidez, se você tem apenas um filho (ou se tem mais de 3), se você não come só orgânicos, se engravidou rápido (ou tarde) demais… E, claro, se você é mãe solteira. O que estou tentando dizer é: não pegue isso para você. A pessoa que fala é a que, com certeza, não tem a vida 100% perfeita e feliz!
Mãe é mãe, não importa o estado civil!

A parte prática pode ser menos complicada do que a emocional
Banhos demorados, dormidinhas à tarde e assistir a um filme inteiro já são luxos para todas as mães, porém, a mãe solteira tem menos tempo ainda, afinal, é ela que está o tempo todo com o filho, e o cansaço e exaustão emocionais são muito maiores. Para conseguir lidar melhor com toda essa situação é importante que a mãe esteja de bem com sua própria história. Momentos de angústia são inevitáveis, mas se ela estiver certa, intimamente, dos motivos que a levaram às suas decisões, fica mais fácil dar a volta por cima e aliviar (um pouco), seu lado emocional. Até responder às perguntas delicadas de um filho se torna menos difícil se ela estiver preparada para isso e tiver digerido bem os momentos difíceis vividos na separação.

Você se apega mais ainda ao seu filho
Você passa o tempo todo com seu filho. Quando ele não está por perto, você certamente está pensando no que fazer para agradá-lo quando estiverem juntos. O apego aos pequenos são ainda maiores quando se é mãe solteira, basta aprender a lidar com isso e é claro, não poupar carinho e amor quando estiverem juntinhos!

Não se anule na vida
Não é porque você é mãe solteira que não tem mais vida. A mulher não deve se colocar em último plano, precisa se deixar viver. É preciso cuidar de si, tem que ter tempo de ir ao cabeleireiro, ler um livro, sair, conhecer novas pessoas, se relacionar e até assistir novela ou a série que gosta.