Um protetor solar com fator 15 no mínimo, ficar exposto ao sol até às 10h da manhã e depois das 16h são as providências básicas para livrar qualquer pele das tão incômodas queimaduras

Quem não se cuida vai, fatalmente, ficar com vermelhões, com a pele sensível e, o pior, vai descascar, colocando por água a baixo o tão sonhado bronze de verão. Para quem não seguiu o ritual de cuidados antes de se expor ao sol, damos algumas dicas que poderão aliviar a sensação de calor e diminuir a dor nas regiões afetadas pelas queimaduras solares.

  • Para combater o calor usa-se o frio: banhos frios de imersão vão trazer bastante alívio.
  • Produtos refrescantes e calmantes contendo calamina, cânfora, mentol, azuleno e aloe vera podem ajudar a diminuir a sensação queimadura.
  • Para a face, compressas frias com chá de camomila fraco podem ajudar.
  • Casos mais intensos podem necessitar de corticosteróides sob a forma de loção associados com alguns tipos de antiinflamatórios e analgésicos. Esses medicamentos devem ser indicados por um médico dermatologista.
  • Nunca queime novamente a pele que acabou de descascar. Proteja-a intensamente do sol, pois a pele descascada está mais fina e muito mais sensível. O dano causado será ainda maior do que o da primeira queimadura. Use filtros solares de alta proteção, preferindo os bloqueadores que contenham filtros físicos (deixam a pele encoberta).

CLIQUE AQUI !