Essa é a dúvidas de muitas mães por aqui, não é mesmo? Quais são os sinais que devo ficar atenta? Como me comportar se eu desconfiar de alguma coisa? Confira abaixo alguns sinais que devem servir de alerta nesses casos!

1) Volta para casa da escola com materiais ou roupas danificadas:

Se o seu filho tem chegado em casa depois da aula com alguma peça de roupa rasgada ou com cadernos, mochilas e outros materiais estragados, fique alerta. Além disso, preste a atenção na explicação dele, quanto mais simples e desconexa, mais provável será o fato de que ele está sofrendo bullying.

2) Mudança em seus hábitos alimentares:

Seu filho passou a comer mais ou até compulsivamente? Por exemplo, tem pulado refeições ou rejeitado alimentos? Talvez esteja demasiadamente preocupado com o que fará em relação ao seu agressor no dia seguinte. Ele também pode estar voltando da aula com muita fome porque não tem lanchado e isso pode ter um motivo mais sério.

3) Dificuldade para dormir ou tem pesadelos:

A preocupação com o que fará no dia seguinte em relação ao seu agressor pode deixar seu filho ansioso e com problemas para manter o sono, afinal, ele pode passar horas pensando nas situações que estão acontecendo.

4) Desinteresse pela escola e queda nas notas:

A preocupação com o que irá enfrentar na escola pode fazer com que a criança comece a ter dificuldade de concentração. Isso resultará em queda de produtividade.

5) Afastamento dos amigos:

Crianças sendo vítimas de bullying podem se afastar dos poucos amigos que têm por receio. Além disso, algumas crianças não querem ser vistas junto a alguém nessa situação.

Esses sinais já são grandes motivos para você ficar alerta e tentar entender o que está motivando tudo isso, então, vale apostar em uma conversa delicada com seu filho.

Veja também: Bullying: quando a cirurgia plástica pode ser um meio de recuperar a autoestima