Mulheres que se aproximam da terceira idade recorrem às cirurgias plásticas de rejuvenescimento como forma de manter ou recuperar a autoestima

Aos 50 anos é inevitável não sentir os efeitos do envelhecimento tais como rugas e perda de firmeza da pele. Inconformadas com a passagem do tempo, as mulheres que chegam a essa fase da vida, estão recorrendo às cirurgias plásticas para reverter esses sinais. Uma pesquisa recente no Reino Unido, realizada pelo órgão que paga as aposentadorias. De acordo com o levantamento, as pessoas que já passaram dos 55 anos estão aproveitando melhor os rendimentos, usando o dinheiro para se dedicar a hobbies e também para fazer tratamentos estéticos.

Outra pesquisa, da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, revela que em 2014, 24% das cirurgias plásticas foram feitas por pessoas a partir dos 55 anos.

As plásticas mais procuradas

Dados da equipe da clínica Master Health apontam que, de modo geral, quem passou dos 55 anos busca procedimentos para rejuvenescer o rosto, tais como liftings de pálpebra, de sobrancelha ou mesmo os tratamentos não cirúrgicos, como os preenchimentos ou a injeção de toxina botulínica. Entre as mulheres, é grande a procura por cirurgias para levantar as mamas ou atualizar mamoplastias feitas quando eram mais jovens.

Independentemente dos procedimentos pretendidos, o alerta dos especialistas é para que profissionais sérios sejam consultados. É fundamental que o cirurgião plástico devem ser membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Orientam também  que é importante os pacientes a seguir todas as recomendações como garantia do sucesso do procedimento.