Ouvimos a equipe de especialistas da Master Health, que respondeu algumas das dúvidas mais comuns das pacientes

Já houve épocas em que ter os seios fartos era o principal objetivo das mulheres que buscavam uma mamoplastia. Mas esse padrão tem mudado nos últimos anos, dando espaço a uma aparência mais natural e harmoniosa com os contornos da mulher. No lugar de seios excessivamente grandes, atualmente tem ganhado força a procura por mamoplastias de redução, pois os contornos mais esguios são uma grande tendência.

Aliás, não pense que a mamoplastia redutora é procurada apenas por motivações estéticas. Essa cirurgia plástica é uma boa alternativa para as mulheres que sofrem de dores nas costas e desvios na coluna causados pelo excesso de volume das mamas e a plástica tem, portanto, também uma motivação funcional.

A equipe do Fique Linda conversou com os especialistas da clínica Master Health, e eles responderam as principais dúvidas que chegam aos consultórios quando o assunto é mamoplastia redutora.

O resultado é imediato?

Não, pois especialmente nos primeiros dias após o procedimento as mamas vão apresentar um certo inchaço, comum no período pós-operatório. Após cerca de 30 dias o inchaço é reduzido e já é possível visualizar o resultado final.

Como ficam as cicatrizes?

O cirurgião plástico sempre busca fazer as incisões em locais menos visíveis, para que a cicatriz fique mais discreta possível. Para garantir uma boa cicatrização, a paciente também precisará seguir à risca a uma série de cuidados que serão passados pelo médico.

Quanto tempo leva a cirurgia?

A cirurgia leva, em média, cerca de duas horas.

É preciso usar curativos e sutiãs especiais após a cirurgia?

Sim, é necessário usar curativos elásticos sobre as incisões, e fazer o uso de um sutiã especial para ajudar na recuperação e modelagem.

Em quanto tempo tiro os pontos?

Em geral eles são tirados após 10 dias.

Em quanto tempo a paciente pode voltar ao trabalho?

Em cerca de 10 dias. A prática de atividades físicas, porém, só pode ser retomada cerca de 60 dias depois da cirurgia.