A menopausa é um estágio natural da vida que todas as mulheres passam a partir de uma certa idade. Isso ocorre quando os ovários deixam de funcionar, ou seja, quando eles deixam de produzir os hormônios. Além disso, acompanhada da menopausa vêm muitos sintomas que muitas vezes estressam as mulheres…. Você já os conhece e está preparada para essa fase?

Climatério

O climatério é a fase da vida em que ocorre a transição do período fértil para o não-reprodutivo, ou seja, um pouco antes da mulher entrar na menopausa, os níveis de estrogênio começam a diminuir e provocam mudanças no ciclo menstrual. Para muitas mulheres esse processo começa silenciosamente depois dos 40 anos.

Sintomas da menopausa

A redução progressiva do estrogênio, que acontece na menopausa, promove efeitos profundos no organismo. Além disso, em muitos casos, essa deficiência de estrogênio gera diversos sintomas:

  • Ondas de calor
  • Diminuição do desejo sexual
  • Suor noturno
  • Ressecamento vaginal
  • Irregularidade dos ciclos menstruais
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Aumento do risco cardiovascular pela diminuição dos níveis de estrogênio
  • Osteoporose (diminuição da quantidade de massa óssea — que torna os ossos frágeis e mais propensos a fraturas).

Dicas para amenizar os sintomas da menopausa

1 – Reposição Hormonal

Uma boa terapia hormonal compensa a baixa nos hormônios, evitando transtornos físicos e psicológicos, afinal, a reposição hormonal é fundamental para a diminuição dos sintomas da menopausa.

2 – Apostar em uma boa dieta

Os alimentos têm um grande impacto na saúde do organismo em qualquer fase da vida, por isso, na menopausa, eles podem ser aliados na saúde e busca pelo bem-estar. Refeições equilibradas e diversificadas auxiliam a manter o peso e dar mais disposição, pois há mais oferta de nutrientes de forma natural.

Além disso, preferir alimentos menos industrializados e mais frescos — como frutas e verduras — auxilia no controle da glicemia e da pressão, refletindo também no funcionamento e equilíbrio dos sistemas corporais. Além disso, a forma de comer também pode impactar no organismo. Por isso, evite passar longas horas sem se alimentar, ou então comer exageradamente, fazendo refeições muito grandes (pois o excesso de calorias pode acentuar os fogachos).

3 – Mudança no estilo de vida

Exercícios físicos

As mulheres sedentárias estão mais propensas a ter ondas de calor do que as mulheres que se exercitam. Em um experimento, os sintomas da menopausa foram reduzidos imediatamente após o início da prática de exercícios, de qualquer tipo. O importante é ter uma vida mais ativa.

Parar de fumar

Fumar pode estar muito relacionado às ondas de calor em mulheres que estão passando pela menopausa. Além disso, alguns estudos preliminares mostram que muitas das mulheres com ondas de calor são fumantes. Outro estudo mostra que grande parte das mulheres que buscam reposição hormonal são fumantes.

Sono adequado

Uma boa noite de sono é importante para restaurar a energia, equilibrar os hormônios, manter os níveis de cortisol sob controle e reduzir a ansiedade ou a depressão. Além disso, a ioga e meditação são boas ferramentas para ajudar nessa fase da vida.Se você tiver problemas para dormir (como muitas mulheres na menopausa), tente usar óleos essenciais de balanceamento de hormônios como lavanda, gerânio e camomila. Tente ler um livro, escrever um diário, tomar suplementos a base de magnésio, ou tomar um banho quente antes de dormir.