Ela tem caimento perfeito, não aperta, disfarça quadris largos, barriga saliente, afina a cintura e alonga a silhueta

A Viscolycra é composta de 94% de viscose e 6% de elastano, absorve o calor e modela o corpo. Versátil, aparece em calças, saias, blusas, batas, bermudas e macacões. Ao contrário do suplex, da helanca e da malha possui caimento perfeito, tanto para peças soltas como justas, favorecendo drapeados, franzidos e amarrações. É um tecido fluido que se ajusta ao corpo dando a impressão de emagrecer, mas tenha cuidado: modelos justos marcam a lingerie , gordurinhas e celulite. Nesses casos, use um body ou um short compressivo por baixo.

Confira a opinião da estilista Karina Morale, dona da marca Severina Xik Xik, que adotou o tecido em sua coleção:

“A Viscolycra é a melhor invenção do mundo, prática, fácil de lavar e confortável. Além disso, veste bem todas as mulheres, inclusive as gordinhas, porque é um tecido que fica solto no corpo. Ela é cara devido à sua qualidade, por isso, tenha cuidado ao comprar e verifique na etiqueta se está comprando viscose e elastano, que não dá bolinha. Algumas pessoas vendem a poliviscose (poliéster/viscose/elastano) como viscolycra e esta dá bolinha. Para saber se é o tecido certo, um truque é esfregá-lo, se aparecer bolinha, não compre”.

Dicas de uso:

  • Não utilizar alvejantes, lavar delicadamente, passar do lado avesso e não utilizar o ferro muito quente.
  • Ela pode ser usada tanto de dia como à noite.
  • Adapte os acessórios para ocasiões casuais ou formais e utilize brilhos que realcem seu tom opaco.