Chega de bagunça! Com algumas técnicas simples você pode ter suas peças de roupa à mão com praticidade

Aquela conhecida frase que proferimos antes de algum compromisso, “Não tenho roupa!” torna-se totalmente contraditória quando decidimos arrumar o guarda-roupas. É comum encontrar peças que não usamos há 5, 6 ou até há mais de 10 anos, mas que, por algum motivo, continuam lá, colaborando com a bagunça.

Por todos esses motivos, organizar o guarda-roupas é uma tarefa que costumamos adiar o máximo possível, por imaginar o trabalho que a empreitada pode nos dar. Mas aplicando algumas técnicas simples de organização é possível tornar a tarefa mais prática e eficaz. Veja algumas dicas que selecionamos do livro “Organize-se num Minuto”, de Donna Smallin.

  1. Dê fim à bagunça: jogue fora tudo o que for inútil, como meias velhas e sem par, objetos quebrados, cosméticos vazios, etc. Assim ficará mais fácil se organizar.
  2. Um pouco por dia: para não se cansar muito, não queira arrumar todo o guarda-roupa em um só dia. O melhor é arrumar uma gaveta ou prateleira por dia.
  3. Divida as peças por categorias: o livro propõe 5 categorias para a organização: 1) Jogar fora [já citada no primeiro item]; 2) Guardar no lugar certo; 3) Doar; 4) Vender; 5) Conservar.
  4. Cada coisa em seu lugar: separe as roupas por áreas específicas do armário, como, por exemplo, os vestidos de festa e os casacos. O que você mais usa deve ficar no nível da linha da cintura para cima. Isso vai facilitar seu dia-a-dia, pois saberá exatamente onde está cada peça que precisa.
  5. Faça a ‘manutenção trimestral’: para manter tudo organizado, faça inspeções ao fim de cada estação do ano, e descarte as peças que não usa mais. Uma boa dica para os acumuladores de plantão é sempre doar as peças de roupa que você não usa há mais de um ano, pois são pequenas as chances de voltar a usá-las.