Eles estão vivendo mais e melhor, e por isso também querem estar de bem com a autoestima

O aumento da expectativa de vida traz ainda alguns desafios que precisam ser superados em relação à qualidade de vida dos idosos. A prática regular de exercícios físicos, a alimentação equilibrada não são os únicos. O acesso aos mais modernos tratamentos e cuidados, tudo isso ainda podem ser consideradas conquistas recentes para toda uma geração que, agora, passa a ter acesso a mais recursos para envelhecer bem.

Autoestima e felicidade

E quando falamos em envelhecer bem, falamos também da autoestima e de sentir-se bem e ativo. Cuidados com o rosto, com a pele, cabelos e unhas podem proporcionar ao idoso o bem-estar. E mais do que isso: o sentimento de pertencimento à sociedade. Ao contrário, quando o idoso não se preocupa com a aparência, os médicos alertam que isso pode ser um indicativo de quadros de depressão, que precisam ser acompanhados de perto.

Em um cenário onde a qualidade de vida ganha outros significados, muitos idosos já têm encontrado na cirurgia plástica um caminho para se acertar com o espelho. Assim, eles se sentem mais felizes e realizados.  Os médicos da clínica Master Health relatam que é cada vez maior o número de idosos que chegam aos consultórios dispostos a corrigir  imperfeições. Na lista estão rugas, flacidez ou aquele detalhe que sempre os incomodou em seus corpos.

A plástica na terceira idade

Os especialistas da Master Health explicam que o idoso precisará passar por uma avaliação criteriosa. Tudo para garantir que está em boas condições de saúde para passar por uma cirurgia. Com todos os exames em mãos, o cirurgião plástico poderá passar todas as orientações para garantir o sucesso da plástica.