Conversamos com especialistas que esclareceram as principais dúvidas das mamães na hora da plástica

Ser mãe é, para muitas mulheres, um verdadeiro sonho. Mas isso não significa que após o nascimento do filho a mulher vai precisar se descuidar e deixar de lado a vaidade e os cuidados com o corpo. E uma prova disso é que é muito comum entre as mamães o desejo por uma cirurgia plástica após a gestação. Em geral para corrigir os efeitos que o ganho de peso durante a gravidez ou a amamentação causaram no corpo.

As plásticas mais procuradas após a gravidez

De acordo com os especialistas da clínica Master Health, as plásticas mais procuradas pelas mulheres que acabaram de ter filhos são a lipoaspiração, a abdominoplastia e o lifting de mamas. Essas são, afinal, as áreas do corpo da mulher mais afetadas pelo ganho de peso que ocorre naturalmente durante a gravidez. Em geral, uma mulher ganha entre 9 kg a 20 kg durante uma gestação. Após o parto o excesso de pele na região do abdômen pode ser um grande incômodo.

Outro fator que muito pode afetar a estética e a autoestima da mulher é a queda das mamas. Isso ocorre principalmente devido à amamentação. Nesses casos, o lifting de mamas pode devolver uma aparência mais firme aos seios.

Quanto tempo esperar

É claro que não dá para sair da maternidade e já correr para uma clínica de cirurgia plástica. A recomendação dos médicos é aguardar, no mínimo, seis meses antes de procurar por um procedimento. É nesse período que o corpo está se recuperando do inchaço e das alterações hormonais da gestação. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica ainda recomenda que a mulher aguarde o fim do período de amamentação para fazer uma plástica. Nesse período o corpo ainda sofre com as variações hormonais, e a produção de leite deixa as mamas inchadas, o que poderia comprometer os resultados de uma mamoplastia, por exemplo.