Quem é que não tem nenhuma insatisfação com a aparência? Às vezes, o problema é o tamanho do nariz, aquela gordurinha localizada, as rugas que apareceram… Diante dessas situações, surge a pergunta: está realmente na hora de fazer cirurgia plástica? Você está pronta para este passo?

Neste post, você vai descobrir a resposta! Então, veja quais são os critérios para tomar sua decisão com segurança!

1. Você sabe quais são os resultados da cirurgia plástica?

Esse é um quesito básico para fazer sua cirurgia plástica e não se arrepender. Portanto, é fundamental pesquisar, consultar um cirurgião experiente e entender quais são os resultados que cada procedimento oferece e qual deles soluciona seu problema.

2. O cirurgião está habilitado a fazer cirurgia plástica?

A escolha do cirurgião ou cirurgia plástica é essencial. Um profissional qualificado é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Então, verifique se o médico possui esse registro por meio do site da instituição. Não arrisque sua segurança e nem os resultados nas mãos de quem não tem habilitação.

3. Suas expectativas podem ser supridas ao fazer cirurgia plástica?

A cirurgia plástica melhora muito a aparência, mas nem todas as expectativas pessoais são supridas por ela. A mamoplastia de aumento, por exemplo, aumenta os seios. Porém, fazer o procedimento para salvar um casamento, perder a timidez ou conquistar um namorado não são objetivos válidos.

Dentro de seus limites, a cirurgia plástica tem resultados extremamente satisfatórios. É importante conhecer os objetivos de cada procedimento e nutrir expectativas realistas, focadas na correção daquela região específica. Embora ela contribua para melhorar a autoestima, não se trata de uma solução para todos os problemas da vida.

4. Você pode parar para se recuperar?

Cada procedimento tem seu período de recuperação e recomendações de repouso. Portanto, é preciso conhecer as orientações para o pós-operatório e saber se é possível tirar uma folga do trabalho, ter a ajuda de alguém para atividades domésticas, cuidar das crianças e assim por diante.

Caso essa não seja sua realidade, programe-se para realizar o procedimento em outro período, como as férias. Afinal, boa parte do resultado da cirurgia depende dos cuidados pós-cirúrgicos. Então, sem eles, a cicatrização e a aparência ficam comprometidas.

5. Você está ciente dos custos e dos tratamentos pós-cirúrgicos?

Não podemos nos esquecer de que existem custos antes, durante e depois da cirurgia. Portanto, é preciso pagar não só o procedimento e as diárias do hospital. As despesas envolvem a compra de acessórios como cintas e, muitas vezes, a realização de sessões de drenagem linfática. Certifique-se de estar preparada para todas essas demandas.

6. Sua saúde está em bom estado?

Deixamos o mais importante para o final. Afinal, embora fazer uma cirurgia plástica tenha riscos baixíssimos, quando a paciente não está em boas condições de saúde pode haver complicações. Portanto, converse com o médico sobre o histórico clínico pessoal e familiar, além de realizar os exames solicitados.

E então, qual é o diagnóstico? Você está pronta para fazer cirurgia plástica? Se todas as suas respostas são afirmativas, isso significa que seu sonho está ao seu alcance. A decisão de realizá-lo só depende de você!