A solução para quem sofre com o queixo grande, a mentoplastia, tem como principal objetivo corrigir os traços do maxilar, podendo aumentá-lo ou diminuí-lo. Sendo que apenas os humanos possuem este membro!

Isso mesmo, entre todos os animais, incluindo nossos ancestrais primatas, nós somos os únicos que possuímos esta região do corpo.

E para tentar explicar, existem diversas teorias que analisam a funcionalidade do queixo, e uma das mais aceitas é que afirma que ele serve para facilidade a mastigação e a fala.

Apesar de aparecer uma protuberância óssea “inofensiva” para a estética humana, existem algumas pessoas que não estão contentes para a aparência de seus rostos, devido á projeção de seus queixos, e para essas, a mentoplastia, é indicada.

A mentoplastia

A cirurgia plástica que tem como missão remodelar o contorno do queixo para promover harmonia no contorno facial e proporcionar um resultado final, se adequando aos traços do paciente. A técnica mais procurada é a que visa aumentar esta região, porém, também há o método de redução para aqueles que possuem uma projeção exagerada.

Como funciona?

O procedimento se inicia com uma lipoaspiração do pescoço, definindo melhor o contorno mandibular e fazendo com que seus ângulos fiquem mais visíveis. Depois, na mentoplastia de aumento, é inserido um implante ou um novo osso, que pode ser posicionado tanto atrás de uma incisão na parte inferior do queixo, quanto por dentro da boca.

Essa prótese de silicone, ou mesmo enxerto de gordura, sofre um reposicionamento do osso (seja para aumento ou redução do queixo), sendo necessário ser serrado ou reposicionado para frente – no caso do aumento do queixo; depois é fixado com placas ou parafusos na nova posição desejada. Ou seja, para aumentar o procedimento é bem mais invasivo.

Já nos casos da redução do queixo, o procedimento da mentoplastia, pode ser bem menos adverso, pois é feita uma incisão na região do lábio inferior (dentro da boca) ou é realizada na parte inferior do queixo, onde o cirurgião retira o segmento ósseo excedente.

Não existe obrigatoriedade quanto ao tipo de anestesia para esse procedimento, pode ser feita a anestesia local associada com sedação quando se vai realizar apenas a mentoplastia. Quando o procedimento é associado a outras cirurgias, pode-se optar pela anestesia geral. Entretanto, isso deve ser uma combinação entre o cirurgião plástica e o paciente.

O pré operatório e pós.

O pré-operatório da mentoplastia, passa por uma série de análises faciais. Na análise, a face é dividida em três partes, com a boca e o queixo ficam no terço inferior. O cirurgião necessidade comparar as proporções em cada terço, a fim de determinar o procedimento mais adequado para realizar a cirurgia ortognática.

O paciente é fotografado de vários ângulos para documentar a condição do queixo antes da cirurgia. O tratamento ortodôntico muitas vezes de ver feito antes da mentoplastia. Isso porque os dentes influenciam diretamente na posição dos lábios e estes determinam a estética do perfil, por isso é essencial corrigir as más posições dentárias.

Após o procedimento, a alta é dada no mesmo dia. Quando um implante é colocado, o queixo é imobilizado por cerca de uma semana. Caso tenha sido feita uma lipoaspiração do pescoço em conjunto, ele também fica protegido por uma faixa.

Na primeira semana procura não fazer esforço e evite movimentos bruscos no local. A retirada dos pontos, o curativo e uma avaliação pós-operatória é realizada em torno de uma semana depois do procedimento. Prescreve-se medicação analgésica e antibiótico para reduzir o risco de infecção.

O período de reabilitação após a mentoplastia pode levar várias semanas. Os primeiros 10 a 14 dias, ocorre o inchaço da região. Após este período, os pacientes retornar às suas atividades. Neste período é normal sentir dormência dos lábios e queixo, mesmo que temporário. Ainda é necessário utilizar a cabeceira elevada e evitar dormir deitado de lado.

Como em outros procedimentos cirúrgicos, deve-se evitar a exposição solar enquanto houver hematomas, exercícios físicos, bem como é proibido fumar, desde o pré-operatório.

No início da recuperação, opte por bebidas diet, progredindo gradualmente, para alimentos mais macios e, ao final de uma semana, é liberado a ingestão de alimentos normais. A higiene oral é muito importante e necessário reforçar com soluções antissépticas, principalmente caso a incisão tenha sido feita intraoral.

Por um mês é indicado fazer drenagem linfática no pescoço três vezes na semana. Em dois a três meses, o edema irá desaparecer e em seguida, o resultado final vai ser notado.

Qual profissional é indicado para fazer a mentoplastia?

Indica-se que o procedimento da lipoaspiração deve ser realizada por um cirurgião plástico, de acordo com a Clínica Master Health, esse é o único profissional preparado para realizar este procedimento que deve ser realizada em ambiente hospitalar.

Mentoplastia antes e depois

Quando bem indicada e executada, a mentoplastia melhora a aparência e a harmonia facial. A forma do queixo sofre uma influência notável sobre a aparência geral da face e do pescoço. Melhorar a fora do queixo pode ter efeitos positivos em outras áreas devido à harmonia facial que será proporcionada.