Não se fala de mais nada além da saída oficial da (ex)presidenta do Brasil. A sociedade se divide em quem apoia e quem acha que é golpe, e nós do Fique Linda resolvemos mostrar para vocês as duas caras da moeda, vem conferir!

Dizem que foi merecido porque…

– Dilma teria cometido improbidade administrativa, segundo o advogado Ives Gandra da Silva Martins.
– A presidenta estaria articulando anistia para empreiteiras que são investigadas na Lava Jato, o que feriria a Lei Anticorrupção.
– Suas pedaladas fiscais resultaram na apresentação de despesas inferiores às reais no governo, ludibriando o mercado financeiro.
– A economia está em crise desde que ela assumiu o governo.
– Associação de Dilma no caso de corrupção da Petrobras: Durante uma parte do esquema, ela foi presidente do Conselho Administrativo da estatal e, em outra, foi presidente da República

Dizem que foi golpe porque…

– Pedaladas fiscais não são consideradas crime: Elas são atrasos no repasse do Tesouro a bancos públicos encarregados da operação financeira de alguns programas sociais. Pode-se argumentar que é uma maneira de cumprir artificialmente o orçamento.
– Insatisfação com o governo ou não gostar da presidenta não é motivo legal para o impeachment.
– O relator das pedaladas aprovou as contas de Dilma, e isso é uma ação comum entre todos os presidentes.
– Um processo de impeachment não fala sobre corrupção.
– Crise econômica não é razão para impeachment.
– No próprio julgamento não foi confirmado crime de responsabilidade, foi uma manobra da câmara para retira-la do poder.

E aí, de qual lado você vai ficar?