Confira algumas das principais recomendações dos cirurgiões plásticos no pré-operatório

O Brasil é o segundo país do mundo que mais faz cirurgias plásticas. Perdemos apenas para os Estados Unidos, onde a cultura das plásticas é muito grande. E, ainda que os procedimentos sejam feitos com o caráter exclusivamente estético, é preciso que o paciente tenha uma série de cuidados no pré-operatório para garantir que está em boas condições de saúde, afinal, ele passará por uma cirurgia.

As principais recomendações dos médicos

Cada pessoa e cada procedimento cirúrgico vão demandar mais ou menos cuidados. E eles vão seguir as avaliações que o médico fizer no paciente antes da plástica. Mas, no geral, existem alguns cuidados e recomendações que são comuns a todas as pessoas que vão passar por uma plástica. De acordo com os especialistas da clínica Master Health, o cirurgião plástico sempre irá pedir ao paciente para fazer uma bateria de exames, como os de sangue e urina, para que tenham condições de saber como a anda a saúde do paciente.

Além dos exames, o médico vai procurar reunir o máximo de informações sobre o histórico de saúde da pessoa que deseja fazer a plástica. Nesse momento é importante informar todas as doenças que já teve ou tem. Além de alergias, é preciso informar a ele quais são os medicamentos de uso constante. Fale também das vitaminas que toma e dados do estilo de vida. Hábitos alimentares, a prática de exercícios físicos, entre outros itens que o médico questionar.

Restrições

Antes da cirurgia plástica, o médico pode orientar o paciente a evitar o consumo de determinados alimentos. Também pode suspender o uso de medicamentos e o cigarro. Eles podem influenciar nos processos de coagulação do sangue e de cicatrização. Para garantir boas condições de saúde é fundamental conversar bastante com o cirurgião e esclarecer todas as possíveis dúvidas que surgirem no processo.