O envelhecimento da pele tem início na faixa dos 20 anos, e alguns fatores podem contribuir para acelerar o processo; Saiba como se cuidar

Quem nunca parou em frente ao espelho e ficou notando as pequenas imperfeições da pele? Ou imaginando como seria bom dar uma “esticadinha” aqui e ali para voltar a ter a pele com o viço e a firmeza da adolescência? Estudos já provaram que o nosso corpo começa a envelhecer a partir dos 25 anos. Como a pele é o nosso maior e mais exposto órgão, é nela que notamos os primeiros sinais desse envelhecimento.

Se você gosta de cuidar da pele e quer garantir uma aparência jovem por mais tempo, nós trazemos algumas informações interessantes nesta matéria. Uma recente pesquisa da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, analisou durante dois anos os genes de cerca de 200 mulheres de etnias diferentes, para estudar como a pele envelhece. Os resultados da pesquisa mostram como acontece o envelhecimento da pele ao longo da vida.

Aos 20 anos

Nessa fase começa a cair a produção natural de antioxidantes da pele. Por isso começamos a notar as primeiras linhas de expressão no rosto. Para desacelerar o processo, os dermatologistas da clínica Master Health recomendam o uso diário de protetor solar, bons hidratantes e até produtos específicos com vitamina C, desde que indicados por profissionais.

Aos 30 anos

Com a queda do metabolismo do corpo, a bioenergia das células é afetada. Isso reduz, por exemplo, a produção de colágeno, fundamental para a firmeza da pele. Para evitar o aspecto cansado da pele, tratamentos estéticos e o uso de cosméticos com vitamina B3 são recomendações comuns dos dermatologistas.

Aos 40 anos

Aqui os sinais começam a ficar maiores, pois o ciclo de vida natural das células passa a ser menor, em um processo chamado de senescência. Tratamentos com produtos que contenham ácido hialurônico, ácido glicólico ou retinol são os mais indicados.

A partir dos 50 anos

Essa fase da vida é caracterizada pelo ressecamento da pele. Ela perde a sua barreira natural de proteção e nessa fase é preciso investir em cosméticos de qualidade. Mas sempre indicados pelo dermatologista, hein? Nos casos de rugas e flacidez mais acentuados, uma ritidoplastia pode ser indicada.