A bioplastia nasal está em alta, saiba mais sobre esse procedimento e como diferenciá-lo em relação à rinoplastia

O número de pessoas que estão insatisfeitas com seus narizes e querem uma solução sempre foi grande, e isso não é novidade. Para a alegria destas, a medicina estética evolui cada dia mais, trazendo alternativas para todos os gostos, e entre elas, está a bioplastia nasal e a rinoplastia. Saiba como diferenciá-las:

Bioplastia Nasal

É feita pela técnica de preenchimento com ácido hialurônico e é utilizada principalmente por aqueles que estão insatisfeitos com a aparência da giba de seus dorsos nasais. Dessa forma, a bioplastia nasal é feita para tirar o efeito de “calombo” do nariz, preenchendo com a substância a região acima da giba óssea. Essa cirurgia plástica sem cortes não possui resultado definitivo como a rinoplastia, geralmente os pacientes desfrutam do resultado por até dois anos, e caso não gostem da aparência final, podem utilizar uma enzima chamada hialuronidase, que reverte a ação do ácido.

Rinoplastia

A cirurgia plástica de nariz já possibilita mais tipos de alterações na região, corrigindo pontas caídas, narinas muito grandes, a giba dorsal, entre outras modificações. Portanto, é possível decidir, juntamente com o cirurgião plástico, diversas possibilidades, chegando ao melhor resultado final possível. O resultado da rinoplastia é definitivo, ou seja, é um investimento para a vida inteira.

Qual é melhor?

De acordo com os profissionais da clínica Master Health, a rinoplastia se apresenta como a melhor solucionadora de casos, por possuir um leque maior de alternativas para o paciente e oferecer um resultado permanente.