Você sabia que o cuidado com nossos pets aumenta quando eles ficam idosos? Isso inclui até uma visita especial ao “veterinário geriatra

Antigamente nos era ensinado que precisávamos redobrar a atenção com cachorros que chegavam aos 6 anos, pois eles já eram considerados idosos, mas graças aos avanços da medicina veterinária preventiva, vacinas, tratamentos de última geração e boa alimentação, os pets estão vivendo cada vez mais.

Cada pet se torna idoso de acordo com a raça, porte e quadro de saúde, então é sempre bom passar por uma consulta com um veterinário para saber se seu pet já está na terceira idade ou não.

Pets idosos precisam de profissionais especializados

Hoje em dia os cuidados com cães idosos são feitos por profissionais especializados em geriatria canina. Ao envelhecer, os donos devem levar seus animais a cada seis meses no veterinário, pois assim ele irá avaliar os rins, coração, boca, olhos e, ainda, conferir os níveis de alguns hormônios que são primordiais para que os cachorros mais velhos vivam bem.

Os problemas que mais afetam os pets idosos são quatro:

– Alterações cardíacas;

– Problemas ortopédicos;

– Problemas nos rins;

– Disfunção cognitiva.

Além disso, se os cuidados com cães idosos forem realizados frequentemente, a maioria das doenças podem ser prevenidas ou pelo menos é possível que o diagnóstico seja feito antes que ela avance.

Agora não tem mais desculpa, hem! Você já sabe todas essas informações, então não se esqueça de levar seu pet frequentemente ao médico veterinário. Marque consultas de forma rápida e segura, além de buscar sempre profissionais de diversas especialidades de acordo com o perfil do seu pet e com sua necessidade. Além disso, cuidar dos nossos pets é um ato de amor. Cuidar dos nossos pets idosos é demonstrar mais amor ainda!