Se você já está pensando no volume da prótese de silicone que pretende colocar, saiba que existem diversos tipos de prótese para atingir o resultado ideal para você!

O Brasil é o segundo país que mais realiza implantes de próteses de silicone, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Mas apesar de sua grande popularidade, as pacientes ainda possuem muitas dúvidas sobre a cirurgia plástica.

Saiba mais: Brasileiros são os segundos no ranking mundial de cirurgias plásticas

Com uma duração aproximada de 1 hora, o implante mamário, quando não aliado a outra cirurgia, é uma cirurgia simples, na qual a paciente poderá deixar o hospital no mesmo dia ou, no mais tardar, no dia seguinte.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a mamoplastia de aumento não deve ser refeita a cada 10 anos. Esse pensamento vem devido às antigas tecnologias utilizadas nas próteses. Nesta geração os implantes são fabricados em materiais de maior compatibilidade com o organismo humano e de maior segurança para a paciente.

Veja também: 5 mitos e verdades sobre o pós-operatório da mamoplastia

Tudo o que você precisa saber sobre o volume das próteses de silicone

O implante de silicone pode ser feito a partir dos 18 anos, que é quando a formação do tecido mamário está completa. O volume de cada prótese não é padrão, ou seja, a prótese utilizada na sua amiga, pode não ser a ideal para você.

Isso ocorre pois o tamanho da prótese varia de acordo com a medida do tórax, a sua expectativa com a cirurgia plástica, etc. Por isso, é importante uma consulta com um especialista para que ele entenda quais os seus reais desejos e adapte ao seu corpo, de modo a ficar harmônico com o restante de seu corpo.

Quando as mamas estão levemente caídas, é possível que, com a prótese, elas fiquem mais “em pé”, porém, quando as mamas já estão consideravelmente caídas e com um excesso de pele é necessário a realização de uma mastopexia.

Ainda tem dúvidas sobre implantes mamários? Deixe seu comentário aqui!