Já pensou poder aumentar o tamanho do seu bumbum e também deixar os glúteos redondinhos? Pois essa é a proposta da gluteoplastia, a cirurgia plástica que insere próteses de silicone nos glúteos

Muito procurada por quem possui nádegas pequenas, de formato achatado ou que possuem flacidez na região, a gluteoplastia possui 2 tipos de próteses que podem ser inseridas de acordo com o objetivo do paciente: os redondos, de projeção única, conhecidos como semiesféricos, ou os ovais, conhecidos como trapezoides.

Tipos de próteses de glúteos

Os dois modelos de próteses de glúteos diferenciam-se, basicamente, pelo formato da prótese e pelo tipo da superfície a qual a paciente possui. Essa escolha é realizada junto ao cirurgião plástico, o qual analisará qual a prótese ideal para a paciente.

Ao contrário do que muitos pensam, as próteses devem ser definidas pelo cirurgião plástico, pois o corpo de uma paciente para outra varia e, assim, nem sempre o tipo de prótese que sua amiga colocou, é a ideal para o seu corpo.

A prótese redonda, ou semiesférica, é mais utilizada quando o paciente é de baixa estatura e possui uma nádega curta, desta forma, este tipo de prótese dará um formato mais arredondado ao bumbum da paciente. Este tipo de prótese é preenchida com um gel coesivo e possui sua superfície lisa. Esta prótese de projeção única tem um volume máximo de 370 ml.

Já a prótese oval, ou trapezoide, é preenchida com um gel mais consistente, conhecido por Biodesign, que é um material mais apropriado para a área do bumbum. Também chamada de prótese quartzo ou glúteo star, esta prótese pode reproduzir os tecidos moles dos glúteos, oferecendo um resultado mais uniforme à área do corpo.

Diferente da prótese redonda, a prótese quartzo possui uma textura fina e dois tipos de projeção: alta e baixa. Além disso, este tipo de prótese está disponível em volumes de 200 à 500 ml e é indicada para quem possui os glúteos longos, ou que desejem ter um bumbum que aparente ser musculoso.