Largar mão de uma bebida tão deliciosa pode ser difícil, mas a verdade é que ela tem um efeito muito grande sobre o seu organismo

São poucas as pessoas do mundo que não amam tomar um bom refrigerante geladinho, principalmente no calor. Largar mão de uma bebida tão deliciosa pode ser difícil. Mas a verdade é que ela tem um efeito muito grande sobre o seu organismo, podendo ser prejudicial à saúde. Entenda melhor:

Uma latinha de refrigerante ultrapassa a quantidade de açúcar diária

O que mais existe em um copo de refrigerante é açúcar. E esse tipo de substância faz com o que corpo entenda que está sendo nutrido (coitadinho, iludido). Com isso, libera enzimas que podem catalisar a energia proveniente do “alimento”. Ou seja, como não há nada de nutritivo, o açúcar é armazenado como gordura, fazendo o organismo perder vitaminas e minerais e, consequentemente, te engordando e contribuindo para o aparecimento de diabetes.

Muito sal

Ué, mas tem muito açúcar e muito sal também? Isso mesmo. Para aqueles que preferem beber as versões “zero” e “light” de seus refrigerantes favoritos, aqui vai um fato: os refrigerantes adoçados artificialmente fornecem cerca de duas vezes o teor de sódio das bebidas adoçadas com açúcar. O efeito disso no seu corpo? Retenção de líquidos, aumento de peso, barriga estufada e pernas inchadas.

Química pura

O que existe de natural nos refrigerantes é uma parte ínfima em comparação com as quantidades de acidulantes, açúcares, corantes, adoçantes, xarope e aromatizantes existentes nos líquidos. Portanto eles são compostos por química pura – quem aí nunca ouviu falar que a Coca Cola pode ser utilizada até mesmo para dissolver ossos, ratos e desentupir pia? Você ouviu a verdade, agora só pense isso dentro do seu corpinho.