Indo na contramão das conquistas das mulheres, o orgasmo feminino ainda é visto como tabu e muitas pessoas deixam de falar sobre ele quando o assunto é sexo.

Mas, nos tempos atuais, onde a luta pela igualdade de gênero é constante, a mulher (e qualquer pessoa) deveria ter o direito de falar abertamente sobre esse tema, não é mesmo?

Entretanto, existem diferentes fatores que aumentam a dificuldade da mulher de atingir o orgasmo. Isso pode ser um dos motivos que impedem que muitas falem sobre o assunto. As vezes até a vergonha por não conseguir atingir o orgasmo durante as relações sexuais.

Conheça o seu próprio corpo

De acordo com uma pesquisa da organização americana Planned Parenthood, uma em cada três mulheres não chega ao orgasmo. Das que conseguem atingir o clímax, 20% sente o prazer através da penetração, enquanto as demais por meio do estímulo do clitóris.

Mas então, como melhorar as estatísticas e atingir o ápice do prazer sexual? O primeiro passo é de autoconhecimento da anatomia feminina. Não tenha vergonha de si, aprenda a se tocar, se conhecer e se estimular.
Isso ajuda a identificar o que cada uma de nós gosta ou não, afinal, não existe uma regra clara, varia de mulher para mulher.

Quebra de paradigma

Que tal se abrir mais e achar meios de conhecer o que você pode gostar? Que tal ler contos eróticos e descobrir as fantasias e práticas que as deixam no ponto?

Além disso, é muito importante conversar com o seu parceiro sobre os desejos sexuais que gostaria de viver.  Um relacionamento onde ambos sabem os desejos do outro, facilita muito na hora de dar e receber prazer.