Já pensou em se livrar de alguma pinta ou verruga da sua pele? Então esse post foi feito para você!

Muitas pessoas ao se depararem com a palavra “cirurgia” tendem a dar um passo para trás por medo dos famosos bisturis, mas quando se trata da cirurgia dermatológica, não há o que temer, e nós vamos te mostrar o por quê!

Sabe aquela pinta que você não gosta, ou aquela verruga que sempre te incomodou? A cirurgia dermatológica se apresenta como uma solução para esses e outros casos. A técnica também poderá ser associada a outros tratamentos que trarão um aspecto mais rejuvenescido para a pele, como o com laser CO2, a aplicação de botox, entre outros.

Procedimentos que são considerados cirurgias dermatológicas:

– Remoção de nevos
Nevos são manchas congênitas, ou seja, já nasceram com o indivíduo ou foram adquiridas durante o primeiro mês de vida. Ficou difícil de entender? Calma, estamos falando das famosas pintas! Isso mesmo, se você se incomoda com alguma que tenha no corpo, saiba que ela pode ser removida através de uma cirurgia dermatológica.

– Cauterização de verrugas
Essa cirurgia dermatológica pode ser realizada de 3 formas: crioterapia, que corrói a verruga pelo excesso de frio de um nitrogênio líquido aplicado a baixas temperaturas; eletrocauterização, que irá “queimar” o condiloma através do eletrocautério; e o tratamento via laser.

– Tratamentos rejuvenescedores
Para um melhor resultado, alguns médicos recomendam a associação da cirurgia dermatológica com procedimentos estéticos, entre eles estão a  aplicação de toxina botulínica e o preenchimento facial.

Esperamos que tenhamos te ajudado a entender melhor sobre a cirurgia dermatológica, lembrando que é sempre recomendado consultar um médico especialista para descobrir qual é a melhor opção para o seu caso! Qualquer dúvida é só comentar para a gente. Até o próximo post!