Descubra de vez o que é melhor para você de acordo com o seu objetivo: alongamento ou aquecimento.

Antes de realizar qualquer tipo de exercício físico, seu corpo deve estar pronto para realizar os movimentos necessários sem qualquer tipo de risco (distender o músculo ou ficar com dor nos ligamentos do joelho não são situações normais!). E é possível se preparar de duas formas: alongando ou aquecendo.

Qual a diferença entre aquecer e alongar?

Aquecimento: consiste na repetição de movimentos para aumentar a circulação do sangue, elevando a temperatura corporal e lubrificando as articulações, o que melhora o desempenho do treino e previne lesões.

Alongamento: é o conjunto de movimentos mais lentos, que têm como principal função aumentar a elasticidade do músculo. Sabe aquelas pessoas que conseguem colocar a mão no pé com o corpo todo esticado? Alongadas!

Mas qual é melhor? Alongamento ou aquecimento?

Depende do seu objetivo. Se você faz dança, por exemplo, o alongamento é essencial, pois irá melhorar os seus movimentos. Já se você faz musculação, essa atividade irá esfriar os seus músculos, prejudicando o rendimento.

ATENÇÃO: Um dos erros mais comuns é alongar antes de aquecer, pois forçar a musculatura sem ela estar preparada aumenta o risco de lesões musculares!

Hipertrofia: A verdade é que os dois são benéficos, porém, cada um deve ser realizado em um momento certo.
Não é porque o alongamento irá prejudicar você na hora do treino que ele não deve ser praticado em outro momento. Se você for uma pessoa alongada, terá capacidade de fazer um agachamento mais intenso, por exemplo, e não irá “travar” na metade do caminho. Ou seja: aqueça seu corpo antes do treino, mas após ele (ou em outro horário na sua casa), alongue-se.