A utilização do sutiã pós-cirúrgico está entre as principais recomendações para o pós-operatório da mamoplastia de aumento. Esta peça deve ser usada continuamente nos 30 primeiros dias após a cirurgia, inclusive para dormir.

A utilização do sutiã pós-cirúrgico está entre as principais recomendações para o pós-operatório da mamoplastia de aumento. Esta peça deve ser usada continuamente nos 30 primeiros dias após a cirurgia, inclusive para dormir.

Por se tratar de um sutiã de compressão, feito com um tecido um pouco mais grosso que o da lingerie usada no dia a dia, algumas mulheres se sentem incomodadas com a peça. Além disso, sua compra adiciona um custo à cirurgia.

Diante desses pontos, surge a dúvida: será que o sutiã pós-cirúrgico é realmente necessário depois de uma mamoplastia de aumento? É possível ter um bom resultado seguindo as outras orientações do médico, mas negligenciando o uso dessa peça?

É sobre isso que vamos falar neste post. Então, continue a leitura e confira a resposta!

As funções do sutiã pós-cirúrgico

O sutiã cirúrgico tem uma série de funções. Descubra quais são elas e entenda por que ele é tão importante no período de recuperação:

1. Redução do inchaço

É natural que, depois de uma cirurgia, a área operada fique inchada. O corpo não entende que aquela lesão foi provocada intencionalmente e de forma controlada, e dispara um processo inflamatório, levando ao acúmulo de líquido.

Na mamoplastia de aumento, essa lesão é externa e interna. Assim, há uma incisão na pele e também um outro corte abaixo da glândula mamária ou do músculo, que é o espaço onde a prótese de silicone é colocada. Portanto, o inchaço (edema) é comum.

Porém, é muito importante reduzir esse inchaço e o sutiã pós-cirúrgico é o grande aliado nesse controle. Ele comprime a região, evitando o acúmulo de mais líquido e acelerando a eliminação do edema.

2. Controle do sangramento

Quando alguém faz um corte na pele e ele começa a sangrar, qual é uma das primeiras medidas para conter o sangramento? A compressão do ferimento! 

Depois da mamoplastia de aumento, a mulher também fica com alguns cortes, e eles podem sangrar. Lembre-se: além da incisão externa, que é pequena e visível, dentro do seio também foi feita uma abertura maior para colocar a prótese

O sutiã pós-cirúrgico também tem esse efeito compressivo e ajuda a controlar o sangramento. Portanto, ele age como um curativo, facilitando a recuperação. 

3. Cicatrização mais rápida

Para que um corte cicatrize mais rápido, é fundamental que as duas partes que precisam se unir fiquem coladas o maior tempo possível. Se durante esse processo a incisão é forçada a se abrir, além de desacelerar a recuperação, pode haver complicações.

Por isso, o sutiã pós-cirúrgico facilita e acelera a recuperação. Ele mantém os tecidos estabilizados e deixa as áreas lesionadas “coladas” umas às outras, evitando a pressão para que elas se separem, prejudicando o processo de cicatrização.

4. Manutenção da prótese no lugar

Além disso, durante o pós-operatório a prótese pode sair do lugar. Afinal, ela passa a ocupar um espaço que não existia. A pele e os músculos precisam se acomodar, e nesse processo eles podem empurrar o implante mamário, especialmente para cima.

O sutiã pós-cirúrgico ajuda a manter a prótese no lugar ideal. Ele modela a mama, deixando-a no formato adequado. No entanto, às vezes o médico orienta a paciente a usar um segundo acessório para fazer o implante mamário descer, que é a faixa pós-cirúrgica.

5. Evita a flacidez

Quando a mulher coloca prótese de silicone, seu peito passa a abrigar um volume e sustentar um peso que não existiam. Por isso, a pele se estica e podem aparecer estrias, bem como a flacidez.

O sutiã pós-cirúrgico evita essa flacidez, pois ajuda a pele a sustentar o peso da prótese. Então, devido à compressão, a região fica firme, estável, e não exige que seu corpo tenha que lidar com o novo volume sozinho, principalmente nesse período inicial de adaptação.

Por auxiliar no suporte ao peso, o sutiã também evita que a mulher sinta dores. Afinal, como a prótese é mantida no local certo pela compressão, ela não pressionará os tecidos lesionados pela cirurgia.

Como você pode ver, o sutiã pós-cirúrgico é essencial para um pós-operatório menos doloroso, mais rápido e bem-sucedido. Não há escapatória, mas trata-se de um leve incômodo que durará apenas um mês e trará resultados excelentes a longo prazo.

Entendeu qual é a importância do sutiã pós-cirúrgico? Ainda tem alguma pergunta? Você pode escrevê-la nos comentários ou entrar em contato com um cirurgião plástico de confiança para tirar todas as suas dúvidas!

Por se tratar de um sutiã de compressão, feito com um tecido um pouco mais grosso que o da lingerie usada no dia a dia, algumas mulheres se sentem incomodadas com a peça. Além disso, sua compra adiciona um custo à cirurgia.

Diante desses pontos, surge a dúvida: será que o sutiã pós-cirúrgico é realmente necessário depois de uma mamoplastia de aumento? É possível ter um bom resultado seguindo as outras orientações do médico, mas negligenciando o uso dessa peça?

É sobre isso que vamos falar neste post. Então, continue a leitura e confira a resposta!

As funções do sutiã pós-cirúrgico

O sutiã cirúrgico tem uma série de funções. Descubra quais são elas e entenda por que ele é tão importante no período de recuperação:

1. Redução do inchaço

É natural que, depois de uma cirurgia, a área operada fique inchada. O corpo não entende que aquela lesão foi provocada intencionalmente e de forma controlada, e dispara um processo inflamatório, levando ao acúmulo de líquido.

Na mamoplastia de aumento, essa lesão é externa e interna. Assim, há uma incisão na pele e também um outro corte abaixo da glândula mamária ou do músculo, que é o espaço onde a prótese de silicone é colocada. Portanto, o inchaço (edema) é comum.

Porém, é muito importante reduzir esse inchaço e o sutiã pós-cirúrgico é o grande aliado nesse controle. Ele comprime a região, evitando o acúmulo de mais líquido e acelerando a eliminação do edema.

2. Controle do sangramento

Quando alguém faz um corte na pele e ele começa a sangrar, qual é uma das primeiras medidas para conter o sangramento? A compressão do ferimento! 

Depois da mamoplastia de aumento, a mulher também fica com alguns cortes, e eles podem sangrar. Lembre-se: além da incisão externa, que é pequena e visível, dentro do seio também foi feita uma abertura maior para colocar a prótese

O sutiã pós-cirúrgico também tem esse efeito compressivo e ajuda a controlar o sangramento. Portanto, ele age como um curativo, facilitando a recuperação. 

3. Cicatrização mais rápida

Para que um corte cicatrize mais rápido, é fundamental que as duas partes que precisam se unir fiquem coladas o maior tempo possível. Se durante esse processo a incisão é forçada a se abrir, além de desacelerar a recuperação, pode haver complicações.

Por isso, o sutiã pós-cirúrgico facilita e acelera a recuperação. Ele mantém os tecidos estabilizados e deixa as áreas lesionadas “coladas” umas às outras, evitando a pressão para que elas se separem, prejudicando o processo de cicatrização.

4. Manutenção da prótese no lugar

Além disso, durante o pós-operatório a prótese pode sair do lugar. Afinal, ela passa a ocupar um espaço que não existia. A pele e os músculos precisam se acomodar, e nesse processo eles podem empurrar o implante mamário, especialmente para cima.

O sutiã pós-cirúrgico ajuda a manter a prótese no lugar ideal. Ele modela a mama, deixando-a no formato adequado. No entanto, às vezes o médico orienta a paciente a usar um segundo acessório para fazer o implante mamário descer, que é a faixa pós-cirúrgica.

5. Evita a flacidez

Quando a mulher coloca prótese de silicone, seu peito passa a abrigar um volume e sustentar um peso que não existiam. Por isso, a pele se estica e podem aparecer estrias, bem como a flacidez.

O sutiã pós-cirúrgico evita essa flacidez, pois ajuda a pele a sustentar o peso da prótese. Então, devido à compressão, a região fica firme, estável, e não exige que seu corpo tenha que lidar com o novo volume sozinho, principalmente nesse período inicial de adaptação.

Por auxiliar no suporte ao peso, o sutiã também evita que a mulher sinta dores. Afinal, como a prótese é mantida no local certo pela compressão, ela não pressionará os tecidos lesionados pela cirurgia.

Como você pode ver, o sutiã pós-cirúrgico é essencial para um pós-operatório menos dolorido, mais rápido e bem-sucedido. Não há escapatória, mas trata-se de um leve incômodo que durará apenas um mês e trará resultados excelentes a longo prazo.

Entendeu qual é a importância do sutiã pós-cirúrgico? Ainda tem alguma pergunta? Você pode escrevê-la nos comentários ou entrar em contato com um cirurgião plástico de confiança para tirar todas as suas dúvidas!