Conheça mais sobre os procedimentos queridinhos do verão! A gluteoplastia e o lifting de glúteos podem melhorar o contorno e volume do bumbum. Descubra qual é ideal para você.

O bumbum redondinho e empinado é um dos maiores desejos femininos quando falamos de corpo. E, apesar de sempre ouvirmos falar sobre o aclamado “bumbum brasileiro”, nem sempre nascemos com essa parte do corpo do modo que sonhamos, o que pode levar alguns homens e mulheres a recorrerem a procedimentos cirúrgicos, tais como a gluteoplastia ou o lifting de glúteos para dar uma turbinada na região.

Ambas as técnicas objetivam promover uma melhora no aspecto estético, mas elas tem diferenças e cada uma é indicada a um perfil de paciente. Descubra a seguir!

Diferenças entre a gluteoplastia e o lifting de glúteos

A gluteoplastia

Assim como é realizada uma mamoplastia de aumento, que é a inserção de próteses de silicone nas mamas, na gluteoplastia também é implantada uma prótese de silicone, porém, na região dos glúteos. Nesta cirurgia plástica é possível escolher, junto ao médico, o formato e o volume a ser implantado na região para que você tenha os resultados que sempre sonhou!

Veja também: Os tipos de próteses de glúteos

O pós-operatório do procedimento consiste em evitar uma movimentação excessiva da região, usar compressas frias, manter uma alimentação equilibrada, evitar alterações climáticas e exposição à luz solar e seguir rigorosamente às orientações passadas pelo seu cirurgião plástico.

Lifting de glúteos

Já para quem está satisfeito com o tamanho do bumbum, mas gostaria que ele fosse mais empinado, o lifting de glúteos pode ser a solução que você tanto sonhava.

Seja por um grande emagrecimento, genética ou pelo uso inadequado de vestimentas, os glúteos podem criar um excesso de pele e flacidez, resultando em um bumbum mais caído. O lifting de glúteos vem com o objetivo de levantar a região glútea sem, necessariamente, aumentar o volume da região.