Em um processo de emagrecimento, a perda de peso é o objetivo, mas a redução de algumas medidas como dos seios, deixa as pacientes insatisfeitas 

A perda de gordura durante o emagrecimento pode impactar diretamente na redução dos seios, já que parte do tecido das mamas é composto de gordura. Para muitas mulheres, essa redução torna o processo desmotivador. Mas existe uma maneira de minimizar a perda de volume nas mamas.

Como você deve saber, assim como um acompanhamento nutricional adequado, os exercícios físicos são aliados para uma perda de peso eficiente e com saúde. Aí está o segredo: potencializar o treinamento de resistência, que permite um aumento do tamanho dos músculos embaixo dos seios. Quer conhecer quais são esses exercícios?

  • Flexões

Inicie o exercício deitada, de bruços, com o corpo apoiado pelas mãos e pés. Abaixe o peito no chão, com as costas retas e retorne à posição inicial. É um exercício simples, com um grau de execução sem muita dificuldade. Atenção: mantenha sempre as costas retas para evitar dores. Com isso, seu músculo peitoral será fortalecido.

  • Uso de halteres 

Esses pesos fazem a maior diferença na hora de trabalhar o peitoral e proporcionar uma aparência de seios mais firmes, desenvolvendo a musculatura. O exercício pode ser feito sobre uma bola de estabilidade. Segure os halteres com os braços ligeiramente dobrados e abaixe-os até que os cotovelos fiquem na altura do ombro. Repita a ação algumas vezes.

Alimentação ideal para evitar a redução das mamas

Fique de olho na alimentação e no consumo adequado de proteínas (peixe, aves, carnes magras) para aumentar o desenvolvimento muscular, aliado aos alimentos ricos em nutrientes, como carboidratos complexos, gorduras saudáveis e frutas.

Se ainda assim a perda de volume das mamas te incomodar, busque na cirurgia plástica uma alternativa. A mastopexia aliada à inserção de próteses de silicone pode ser indicada, já que eliminam o excesso de pele e dão um up nas mamas (e na autoestima!).