A lipoescultura remove gorduras localizadas e repõe em outras partes do corpo, unindo a lipoaspiração e a lipoenxertia em um só procedimento

A lipoescultura é o procedimento cirúrgico que remove as gorduras localizadas, de qualquer região do corpo que as possua, e as enxerta nas partes que o paciente deseja aumentar ou preencher. Áreas como abdômen, culote, braços e a gordura atrás do joelho são as mais procuradas para a retirada da gordura. Por outro lado, glúteos, mamas, face e mãos são as mais desejadas partes para realizar o enxerto da gordura retirada.

Relacionado: Lipoescultura: entenda quais são os requisitos para esta cirurgia

A lipoescultura é ideal para quem deseja remodelar o corpo

Os requisitos para a realização da cirurgia são bem simples, tais como estar com o peso adequado e possuir pequenos depósitos de gordura localizada. Este tipo de cirurgia não pode ser feita em pacientes com obesidade, por isso, não pode ser considerado um procedimento de emagrecimento, mas sim de remodelamento do corpo.

A região mais procurada para a reposição da gordura são os glúteos. As pacientes que tem uma falta de volume na região buscam remodelar o bumbum através da lipoescultura. A vantagem em utilizar da gordura do próprio paciente para o enxerto é que o índice de rejeição é muito menor, afinal, não se trata de um material sintético.

A cirurgia de lipoescultura dura em torno de 1 a 4 horas, podendo variar de acordo com o tamanho da região a ser tratada. Alguns dos cuidados do pós-operatório são o repouso até, pelo menos, o terceiro dia após a cirurgia, a alimentação equilibrada e a ingestão constante de líquidos e isotônicos, usar a cinta por 30 dias, realizar sessões de drenagens linfáticas e evitar manter-se sentada ou deitada por longos períodos. O resultado final da lipoescultura já pode ser visto após 3 meses.