Na teoria, o orgasmo é o ponto máximo de prazer durante o sexo, mas, na prática, você sabe identificar quando você o alcançou? Descubra!

Apesar de não existir uma regra fixa para explicar se você sentiu ou não o orgasmo, há algumas características que te ajudam a entender se você sentiu ou não essa intensa sensação.

Durante um orgasmo a mulher sente contrações involuntárias, que podem variar a intensidade de mulher para mulher, na musculatura vaginal acompanhada de uma grande sensação de prazer.

Na fase das preliminares já ocorrem alterações no corpo feminino para chegar ao clímax. Entre elas, podemos citar a lubrificação liberada pela vagina para facilitar a entrada do pênis e a abertura do canal vaginal. É possível notar, em algumas mulheres, que há também a ereção dos mamilos e do clitóris.

O corpo, ao receber os estímulos, reage com alguns sinais de que o orgasmo está próximo: você perceberá que seu mamilo começa a ficar mais endurecido e, após uma sensação de prazer, a vagina e o útero se contraem. A vagina fica mais lubrificada e contrai-se ainda mais, atingindo, assim, o orgasmo.

A sensação não dura mais do que alguns poucos segundos, no entanto, é claro quando o orgasmo aconteceu. Após isso, a vagina relaxa e sofre pequenas contrações involuntárias e todo seu corpo fica relaxado, quase que uma sensação de anestesiado.

Foi orgasmo?

O orgasmo feminino dura, normalmente, entre 6 e 10 segundos e, após ocorrer, a pele e o rosto ficam mais rosados, os batimentos cardíacos mais acelerados e a respiração mais profunda.

Se você acha que ainda não chegou lá, nós temos algumas dicas para você atingir o ápice do prazer:

  • Deixe sua mente limpa: nada de ficar lembrando dos problemas ou tentar controlar as reações do seu corpo. Sinta-se à vontade e curta as sensações.
  • Conheça seu próprio corpo: no ato sexual, você deve sim estimular-se com aquilo o que você já sabe que te dá prazer. Sinta-se segura e vá em frente!
  • Preliminares: é nas preliminares que você irá lubrificar a entrada vaginal para o pênis, por isso, sem tabus sobre lubrificantes. Use quentes, gelados ou até mesmo com sabor. Eles não só ajudam a lubrificar, mas como também deixam a pele mais sensível aos estímulos.

Lembre-se que o orgasmo é uma reação que varia de mulher para mulher. Algumas conseguem o orgasmo apenas com a penetração e outras apenas sem a penetração, então nada de ficar frustrada. Aproveite este momento, afinal, o sexo é o conjunto de todas as sensações e não apenas só a penetração.