Com o que você é mais parecida: com uma pêra, uma maçã, um pepino ou um melão? Confira na matéria

Se você decidir comparar-se com suas amigas, é bem provável que perceba que cada uma tem um tipo de corpo. Uma tem os quadris largos, a outra não consegue livrar-se de uma barriguinha e há quem reclame das pernas muito finas.

Isso acontece porque herdamos de nossos pais e avós determinadas características que nos acompanharão para sempre.

Os médicos relacionam os tipos de corpos aos formatos de quatro alimentos: a pêra, a maçã, o pepino e o melão. Conheça-os, veja em qual você se encaixa e aprenda a lidar com o seu biótipo como ele é.

Pêra

É a típica mulher brasileira e sensual, com os quadris largos, o bumbum grande e pernas grossas. A parte superior do corpo, ao contrário, é fina e acumula pouca gordura. Quem tem o corpo “pêra” costuma engordar só na parte inferior.

Se você quiser deixar o visual mais equilibrado, pode fazer natação para aumentar os ombros e andar ou correr para perder um pouco do quadril e do bumbum.

Maçã

A “maçã” é o oposto da “pêra”. Tem abdômen saliente, busto grande e ombros largos – é aí que a gordura tende a se acumular. As pernas são finas e o quadril é estreito.

Para que as pernas aumentem e acompanhem a linha do resto do corpo, é indicado que você ande bastante de bicicleta e faça exercícios localizados de musculação.

Pepino

É a mulher magra e comprida, sem curvas e com pouca massa muscular.Para o corpo ficar mais forte e musculoso (mas sem exageros), é preciso desenvolver o condicionamento físico, arredondar as formas e ganhar um visual equilibrado. Todos os tipos de exercícios são bem-vindos para você.

Melão

A mulher rechonchuda é a “melão”. Acumula gordura tanto na parte superior quanto na inferior do corpo.

Para emagrecer, você deve procurar um nutrólogo (link para site da Beauty Care). Se o seu caso de obesidade for mais sério, ele deverá indicá-la a um endocrinologista. Fuja de dietas “milagrosas” e faça muita atividade física, especialmente as aeróbicas (corrida e natação).