As pontas duplas surgem a partir da degradação da cutícula, a camada mais externa dos fios, responsável pela saúde do nosso cabelo, e possuem tratamento preventivo e solução

Não tem coisa pior do que estar mexendo nos fios e se deparar com milhares de pontas duplas. O incômodo é tanto que recorremos ao corte ou à mania de abrir uma por uma – o que é um péssimo hábito! O que muita gente não sabe é que a melhor forma de evitar as pontas duplas é fazendo um tratamento especial de prevenção nas madeixas.

As pontas duplas são sintomas do desgaste capilar. Elas surgem a partir de químicas, exposição ao sol, falta de nutrientes… Esses fatores causam a degradação da cutícula, a camada mais externa dos fios, responsável pela saúde do nosso cabelo.

Como prevenir:

Corte seu cabelo regularmente a cada dois meses. O cabelo fica danificado depois de certo tempo, por isso há a necessidade de uma “renovação” nos fios. Lembrando que ele deve ser cerca de ¼ acima da divisão de um único fio. Outros cuidados essenciais que você deve ter são: proteger seu cabelo antes de ir ao mar ou à piscina; escolher um pente de cerdas largas para evitar a quebra das cutículas capilares; não prender o cabelo quando estiver molhado; fazer hidratação regularmente e usar um bom protetor térmico.

Como tratar:

Se já é tarde e o mar de pontas duplas já está te aterrorizando, pode ficar calma que ainda há salvação: o corte bordado. Essa técnica promete limpar e remover as pontas duplas, para que o fio fique mais saudável, além de deixar o cabelo com um corte com mais vida e renovado. Nela é utilizada uma tesoura especial, que serve para selar a cutícula dos fios. O benefício principal é que você pode se livrar das pontas danificadas sem tirar o comprimento.