Sim ela existe! Você sabe que o o rosto é a região mais exposta do corpo, não é mesmo? Os olhos sofrem muito com os sinais do tempo e são os primeiros elementos a entregarem a idade. Com a cirurgia plástica nos olhos, mais conhecida como Blefaroplastia, você pode desenvolver novos contornos visuais e suavizar o volume das pálpebras, obtendo um aspecto mais jovial ao seu olhar.

Como funciona o procedimento?

A técnica possibilita que você elimine o excesso de gordura e amenize as pálpebras caídas, que causam o aspecto envelhecido e cansado. A cirurgia pode ocorrer isoladamente ou em conjunto com outros procedimentos de rejuvenescimento facial, como o lifting facial, por exemplo.

A cirurgia se inicia quando o cirurgião marca locais de incisão. Essas linhas seguem as dobras naturais das pálpebras superiores e inferiores, permitindo que a cicatriz fique escondida. A gordura e excessos de pele são removidos durante o procedimento.

Há dois tipos de cirurgia nas pálpebras

A diferença entre os dois tipos é o objetivo da cirurgia. Uma delas é destinada à correção das pálpebras superiores, onde o excesso de pele e a gordura são removidos e a incisão fica escondida numa prega natural.

A outra é para as pálpebras inferiores, em que a incisão é realizada na base dos cílios e fica praticamente invisível.

Resultados da cirurgia

A técnica permite que o paciente note 80% do resultado já nos primeiros três meses, mesmo o amadurecimento da cicatriz acontecendo em até seis meses.

Por que realizar a Blefaroplastia?

Essa é uma técnica que não tem apenas finalidade estética, mas também atende às necessidades funcionais das pálpebras. Às vezes, a flacidez na região das interfere no campo de visão do paciente e, nesse caso, a cirurgia também é indicada.