Não pode haver dúvidas: na hora de fazer uma plástica, a sua decisão precisa ser tomada com base em muita conversa e informações

O Brasil já é o segundo país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo. Temos uma média de 1,5 milhão de procedimentos por ano, o que nos deixa atrás apenas dos Estados Unidos. E com toda essa cultura ao corpo e vaidade, fica fácil achar que a cirurgia plástica é algo simples e “milagroso”.  Afinal, quantas não são as manchetes que destacam o antes e depois de celebridades que ressurgem turbinadas ou com o nariz remodelado? Mas não se engane, pois nenhuma dessas mudanças é conquistada da noite para o dia.

Cirurgia plástica requer preparação

A equipe do Fique Linda ouviu os especialistas da clínica de cirurgia plástica Master Health, de São Paulo.  Eles deram algumas dicas do que precisa ser questionado ao médico antes de uma fazer uma plástica. Segundo eles, é importante o paciente ter certeza de que o médico é um especialista em cirurgia plástica. Para isso, basta pesquisar se ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em uma busca que pode ser feita no próprio site da instituição.

Outras informações também não podem escapar do radar. Durante as consultas de preparação, é preciso ter conversas francas com o cirurgião plástico. Pergunte se você é mesmo um bom candidato àquele procedimento, e se está na faixa etária ideal. Vale ainda perguntar quantos procedimentos o cirurgião já realizou. Isso para ter uma ideia de sua experiência e, é claro, todos os cuidados que serão necessários durante o pré e o pós-operatório da sua plástica.

Cirurgia plástica somente em hospital!

Outra informação importantíssima é sobre o local onde o procedimento será feito. Para a segurança do paciente, toda cirurgia plástica deve ser feita somente em hospitais. Nesse ambiente o paciente terá todo o atendimento necessário e uma equipe completa, com enfermeiros e anestesistas qualificados para auxiliarem o cirurgião plástico.