alimentos-que-saciam-a-fome-da-ansiedade

Alimentos que saciam a fome causada pela ansiedade

Redacao

A ansiedade e o estresse são inimigos mortais de qualquer pessoa que deseja perder alguns quilos.Quando esses sentimentos estão em seu ápice há um descontrole em nossas atitudes e corremos atrás de substitutos para compensar esse vazio a que somos acometidos. A comida é o primeiro item da lista de opções que atacamos para nos aliviar desse mal que atinge inúmeras pessoas no mundo todo. Consumir alimentos sem nenhum critério e além do essencial pode levar ao aumento de peso, retenção de líquido e acúmulo de gordura no abdômen.As conseqüências são o desespero com os resultados desastrosos e a propensão à baixa auto-estima e até à depressão.

Existem, todavia, alimentos e atitudes que devem fazer parte do nosso dia-a-dia para driblar a ansiedade e até favorecer o emagrecimento. Selecionamos algumas dicas. Imprima essa página e cole na sua geladeira. Toda noite antes de dormir leia, atentamente, essas orientações. Durante o sono você absorverá melhor esses conceitos e colocará em prática no dia seguinte, de forma natural.

Dicas de alimentos para driblar a ansiedade:

– Inclua no cardápio diário pequenas porções de castanha-do-pará, nozes, amêndoas ou sementes de girassol. São ricas em selênio, mineral importante para o organismo, e que combate a ansiedade. Consuma-as antes das principais refeições e a sensação de saciedade fará com que você coma menos.

– Tenha à vista na geladeira frutas (maçã, pêra, melão, ameixa) e legumes picados (cenoura, salsão, folhas de alface). Na hora da fome recorra a eles. São muito eficazes para saciar a fome descontrolada.

– Consuma alimentos ricos em fibras. As fibras e vitaminas do complexo B e E são encontradas, principalmente, na aveia, castanhas e cereais integrais, que por sua vez têm uma cor marrom. Tais substâncias e nutrientes desempenham um papel vital no organismo. Eles combatem a ansiedade e a depressão.

– A alface é ótima para amenizar a irritação. O talo tem lactucina, substância que funciona como calmante. Além disso, é rica em folato. A falta desse elemento no organismo causa depressão, confusão mental e cansaço.

– Os nutrientes dos ovos, que garantem o bom humor, são a tiamina e a niacina (vitaminas do complexo B), o ácido fólico e a acetilcolina. A carência deles pode causar ansiedade, sim!

– Beba dois litros de água por dia, além de chás de camomila e erva cidreira. São calmantes naturais e poderão acalmar a fome provocada pela ansiedade. Quando não souber definir se está com fome ou não, tome água. Muitas vezes a sensação de estômago vazio é sede.

Dicas de atitudes para driblar a ansiedade:

– Evite começar uma dieta na segunda-feira. Quase todo mundo não gosta desse dia da semana por ser o reinício de tudo. Corte aos poucos as calorias para reorganizar sua educação alimentar. Dietas restritivas ao extremo também costumam fracassar. Por fim, pense bem antes de mudar os hábitos para não embarcar numa dieta de forma automática.

– O estresse aumenta ainda mais a ansiedade. Procure o método de relaxamento mais eficaz para você, seja massagem, leitura, passeios ou música. Exercício físico também colabora para reduzir o estresse, pois provoca a liberação de endorfinas, as quais servem de calmante e proporcionam bem-estar. O mesmo vale para as relações sexuais.

– Aprenda a distinguir a fome verdadeira da vontade de comer. Ao notar que o que está sentindo é fruto de ansiedade ou parte do hábito de beliscar procure se distrair: ligue para uma amiga, ouça música, leia, dê um passeio. Só não corra para a geladeira. Pense na recompensa que a espera ali na frente: um corpo esbelto, pronto para arrasar em qualquer estação.

– Mastigue os alimentos bastante e bem devagar. Procure se concentrar e saborear o que tem na boca em vez de deixar o olhar escapulir para dentro da geladeira em busca do que comerem seguida.

Envie seus comentários