Nem adianta ficar com peninha, existem alguns alimentos que devem ficar longe do seu pet para o seu bem estar

Uma das maiores tentações do mundo é a de olhar para os olhinhos de pidão do seu bichinho e dar um pedacinho só para ele não passar vontade. Porém, esse pedaço, por mais que seja “inho”, pode fazer um extremo mal à saúde do seu pet. Selecionamos os principais alimentos para você ficar esperta na hora de alimentá-lo:

  • Abacate – pode causar desarranjos intestinais.
  • Uva – apenas 6 uvas podem causar insuficiência renal aguda em seu cão.
  • Alho – causa irritação no intestino e no estômago dos cães, além de causar danos nas células vermelhas do sangue.
  • Cebola – cachorros que ingerem esse alimento podem desenvolver anemia.
  • Massas – o fermento contido na massa pode expandir no estômago do cão.
  • Bebidas Alcóolicas – isso é óbvio, né? O álcool pode causar intoxicação séria no pet.
  • Leite – isso mesmo! Por mais que seja comum dar leite (afinal, eles tomaram isso quando filhotes), o organismo de seu cãozinho não consegue digerir a lactose, e isso pode causar diarreia e outros problemas digestivos.
  • Carnes cruas – possuem bactérias como a Salmonella e a E.coli, que causam intoxicação e podem até mesmo levar à morte.
  • Ossos – pois é, chegou a hora de parar de dar esse mimo para o seu bichinho. Os animais domésticos podem se rasgar com eles, ferindo até mesmo o trato digestivo.
  • Café – ele é rico em xantinas, uma substância que pode causar sérios danos ao sistema nervoso do cachorro.
  • Chocolate – mais um item óbvio, o chocolate possui uma toxina chamada teobromina, que pode trazer muitas complicações se o pet o ingerir.
  • Caqui, pêssego e ameixa – essas frutas possuem sementes que podem causar inflamações e até mesmo obstruções no intestino delgado do seu amigão, caso ele as engula.