Isso mesmo. Em cada fase da vida o metabolismo funciona distintamente e sendo assim, precisa de nutrientes diversificados

  • Dos 10 aos 20 anos: é nesse período que a adolescência chega, trazendo suas modificações físicas e emocionais. A alimentação nessa fase é essencial para a mineralização dos ossos. Para isso, alimentos que contenham cálcio, magnésio e fósforo não devem ficar fora do cardápio. Cereais integrais, legumes e verduras também devem ser incluídos.
  • Dos 20 aos 30 anos: nessa fase é importante consumir alimentos com boas doses de vitaminas e minerais, como queijos, legumes, mariscos e levedura de cerveja. Para alimentar seu sistema nervoso, não deixe de consumir carnes magras, presunto e aveia em flocos. Para a pele permanecer tonificada e com elasticidade, vá de vitamina C. Você pode encontrá-la no espinafre, kiwi, couve-flor, couve-de-bruxelas e pimentão. Atividades físicas e esportes são sempre bem-vindos.
  • Dos 30 aos 40 anos: o metabolismo fica mais lento e há tendência para o acúmulo das gordurinhas. Invista em alimentos saudáveis sem gorduras e frituras. Exercícios físicos são recomendados.
  • Dos 40 aos 45 anos: continue controlando a gordura e inclua em sua alimentação a vitamina E. Ela é capaz de frear a ação dos radicais livres e retardar os efeitos da idade. Carnes, batata, aspargo, repolho e espinafre são excelente fontes. Não pare os exercícios físicos.
  • Depois dos 45 anos: mudanças hormonais caracterizam esse período. Por isso é necessário reduzir a ingestão de calorias. Consuma mais frutas, legumes e verduras e também alimentos ricos em cálcio para prevenir a osteoporose. Peixes, hortaliças, queijos magros, leite e iogurte estão liberados. Exercícios físicos devem ser orientados e supervisionados por um especialista.