Quando devemos beber água tônica? Ela é prejudicial à saúde? Afinal, o que ela possui em sua composição? Vamos explicar a você!

A maioria das pessoas, ao pensar em água tônica, pensa em uma bebida saudável e livre de açúcar. A verdade é que esse líquido é superestimado. Muitas crenças, como a de que ele te livra de câimbras e enjoos, devem ser quebradas. O motivo é simples.

Água tônica é refrigerante

Só porque a palavra “água” está em seu nome, não significa que a bebida seja livre de todas as substâncias presentes em todos os refrigerantes e que podem fazer mal à saúde, como o sódio, açúcar, e o fósforo, que é o grande vilão dos ossos, impedindo a absorção de cálcio do organismo.

Não é recomendada para a hidratação

Os seus componentes podem atrapalhar a absorção de água realizada pelas células, podendo ser prejudicial à dieta. Na hora de se hidratar, prefira a água pura ou os isotônicos, que repõem os minerais perdidos no suor.

Engorda?

A presença de quinino na água tônica requer muita adição de açúcar e outros sabores para diminuir o seu sabor amargo, trazendo com ele calorias que poderiam ser evitadas. Por outro lado, se você está querendo perder peso, mas não quer abrir mão das bebidas alcóolicas, a água tônica combinada com gim é uma das bebidas alcoólicas menos calóricas que existem.

Cura para a ressaca

O fato de a água tônica ser paliativa contra a ressaca é um mito. A sensação de bem-estar que sentimos depois de beber o refrigerante após a bebedeira é decorrente da reposição de açúcar no sangue.