Nós sabemos que nem todas as histórias de amor são bonitas e têm final feliz, e a maioria das pessoas já sofreu por amor em algum momento da vida, não é mesmo? Sofrer por amor dói e traz infelicidade. Porém, como tudo na vida, é sempre possível dar a volta por cima e recomeçar. Vem conferir as dicas que separamos para você aprender como parar de sofrer por amor!

1 – Ame-se incondicionalmente

Um amor não correspondido mexe com a autoestima e autoconfiança de qualquer pessoa. Por isso, o primeiro passo para parar de sofrer por amor é combater a baixa autoestima.  Você só encontrará uma pessoa que te ame e valorize verdadeiramente quando souber amar e valorizar a si mesmo. Faça uma lista com suas maiores qualidades, virtudes e realizações. Entenda como você é especial e perceba que pode se amar da mesma forma que consegue amar o outro.

2 – Desligue-se da pessoa

Sofrer por amor é muito desagradável e, quando você se mantém conectado com a pessoa amada, essa situação se torna uma tortura. Por isso, faça o máximo que puder para ter menos contato com a pessoa: não fique fuçando nas redes sociais, não pergunte aos amigos, evite olhar fotos e se desfaça dos objetos que te lembrem da decepção amorosa.

3 – Evolua

Pare de se lamentar e use essa situação para evoluir como pessoa e como parceira. Reflita sobre o que essa pessoa trouxe de aprendizado e de que forma você pode ser alguém melhor no próximo relacionamento.

4 – Mude o foco

Procure coisas que tirem o foco do seu sofrimento. Invista em um novo corte de cabelo, uma viagem, um curso, um esporte ou qualquer outra atividade que traga prazer. Resgate seus hobbies e velhos hábitos: vá ao cinema, saia para dançar, vá ao salão de beleza, saia com amigos que não vê há tempos, acorde mais cedo ou mais tarde, coma aquela comida que adora e aprenda a gostar de estar com você mesma.

5 – Permita-se o novo

Enquanto você ficar presa a esse amor que não vale a pena, não permitirá que amores verdadeiros cheguem até você, pois estará fechada emocionalmente e energeticamente. Conheça pessoas diferentes, frequente lugares em que a pessoa não esteja e experimente novas atividades.