Muitas vezes, o desejo de colocar prótese de silicone vem carregado de expectativas, dúvidas e até receios. Se isso acontece com você, saiba que é mais comum do que imagina. Isso porque trata-se de um procedimento cirúrgico.

Foi para sanar todas as suas dúvidas que preparamos esse artigo especial com 21 coisas que você precisa saber antes de colocar a prótese de silicone. Confira!

1. Nem todo médico cirurgião é certificado para colocar prótese de silicone.

Muitos médicos cirurgiões não certificados fazem cirurgias plásticas, mas essa prática não deve ser incentivada. Uma das formas de fazer isso é não se submeter a cirurgias plásticas com pessoas que não possuem licença.

Para realizar tais procedimentos, ele precisa se especializar em cirurgia plástica, se tornando membro da Sociedade Brasileira de Cirurgiões Plásticos. É muito importante que ele tenha essa certificação para que conheça todas as técnicas de cirurgia plástica.

Portanto, antes de ir à consulta lembre-se de que o médico cirurgião plástico é quem estará em contato direto com você durante a cirurgia. Então, quando marcar a consulta verifique se o profissional:

  1. É mesmo médico (possui registro no CRM – Conselho Regional de Medicina) – consulte no Conselho Federal de Medicina;
  2. É membro da sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

2. Saiba o que acontece na primeira consulta antes da cirurgia.

Ao decidir colocar uma prótese de silicone é necessário passar por uma consulta com o cirurgião plástico certificado. É nessa ocasião que você dirá ao médico, para dizer qual é o resultado que espera. Ele avaliará as melhores técnicas e tipos de próteses indicadas para você e solicitará alguns exames para ter certeza que poderá se submeter à cirurgia, como ultrassonografia das mamas e/ou mamografia; exames de sangue; eletrocardiograma.

3. É preciso escolher entre três formatos de próteses de silicone diferentes.

Não é apenas o tamanho da prótese que fará o resultado ser ideal para você, o formato também deve influenciar na sua decisão em conjunto com o médico. Os três formatos são:

  • Prótese Cônica (Perfil Superalto): a prótese de silicone cônica possui base menor e maior projeção central – indicada quem tem tórax estreito e seios pequenos.
  • Prótese Redonda (Perfil Alto): com pouca projeção, sua base é um pouco mais larga que a parte projetada. Ela deixa o colo bem marcado – ideal para quem possui tórax mais largo.
  • Prótese Anatômica (Formato Gota): imita o formato natural dos seios. É mais utilizada em cirurgias de reconstrução da mama após sua perda total.

4. O tamanho da prótese é dado pelo seu “volume”.

Quando a mulher deseja colocar uma prótese de silicone, em geral, pensa nos tamanhos pequeno, médio ou grande. Mas não é bem assim. O tamanho é dado em volume e não em peso.

E mesmo as mulheres que já sabem disso, costumam chegar à consulta com um ideal de tamanho na cabeça, sem saber que esse número pode não corresponder ao seu desejo verdadeiro ou pode não ser adequada ao seu biótipo. Portanto, o melhor é segurar a ansiedade e deixar para decidir o tamanho da prótese na hora da consulta, após o exame físico feito pelo médico, que levará em conta a forma do seio, o diâmetro do tórax, como é o tecido mamário, etc.

5. Os seios podem ficar bem marcados ou com aparência natural.

Um ponto muito importante que você deverá considerar antes de escolher a sua prótese mamária é: deseja ter um seio com aparência natural, ou prefere ficar com uma aparência mais marcada? Que gosto não se discute todo mundo já sabe, mas é preciso tomar cuidado para não se arrepender depois, assim, se você quer ficar com seios exagerados e evidentemente “siliconados” prepare-se para ter todos os olhares voltados para você sempre que estiver com um decote ou na praia. De repente é exatamente o que você deseja, ou talvez, não seja!  

Para atender aos gostos variados, há técnicas de colocação da prótese de silicone para deixá-las discreta ou marcada. São elas:

  • subglandular: a colocação é abaixo das glândulas mamárias e por cima do músculo — deixa os seios bem marcados;
  • submuscular: é colocada abaixo do músculo peitoral — garante resultados mais discretos;
  • subfascial: é inserida entre a glândula mamária e o músculo — o resultado é o meio termo.

6. Você poderá perder a sensibilidade nos seios por um tempo.

Uma das dúvidas mais comuns é: vou perder a sensibilidade dos seios? A sensação ao toque no mamilo pode ser perdida após a colocação de próteses de silicone, sobretudo se a incisão for na aréola. No entanto, a sensibilidade ao toque é recuperada por volta de seis meses depois.

7. A cicatriz da cirurgia de prótese de silicone é quase imperceptível.

Atualmente, as cicatrizes ficam bem pequenas e, na maioria dos casos, discretas já após alguns meses. E você e seu médico ainda podem decidir juntos, onde essa marca ficará:

  • na axila (pela incisão axilar)
  • na aréola (pela incisão periareolar)
  • abaixo dos seios (incisão inframamária)

8. O tempo de afastamento do trabalho depende de alguns fatores.

Sabia que em torno de sete dias você poderá estar bem para voltar a fazer movimentos leves e a realizar pequenas atividades? Com relação ao trabalho, você só precisará ficar afastada por mais tempo se suas atividades requerem movimentos bruscos.

Convém salientar que, se a prótese de silicone for colocada embaixo do músculo, a recuperação será um pouco mais demorada e a região ficará dolorida por mais tempo, ficando mais dias afastada do trabalho.

Obviamente, para que a recuperação seja mais rápida, você deve seguir todas as orientações dadas por seu médico, como não praticar atividades que exijam esforço, não pegar peso; usar o sutiã adequado pelo tempo indicado e não dormir de bruços nos primeiros dias após o procedimento.

Os exercícios físicos podem ser feitos, geralmente, após dois meses e de maneira progressiva.

9. No dia da cirurgia de prótese de silicone, você deverá levar alguns itens.

  • Guia de internação e resultados dos exames do pré-operatório;
  • Documento com foto;
  • Itens pessoais de higiene;
  • Sutiã cirúrgico;
  • Peças fáceis de vestir para o dia da alta, como camisas com abertura frontal, calças com cós elástico, sapatilha, rasteirinha ou chinelo.

10. Nem toda mulher pode colocar prótese de silicone.

Não se assuste com a afirmação acima. Você poderá realizar o seu sonho, mas o ideal é que suas mamas estejam completamente desenvolvidas para isso, ou seja, após a adolescência, em geral após os 18 anos.

Em alguns casos, a cirurgia pode ser feita aos 15 anos*, mas apenas com avaliação médica e, mesmo assim, o desenvolvimento mamário deve estar completo.

11. As fotos de silicone da internet servem apenas como referência.

As imagens devem servir apenas de estímulo para fazer a cirurgia e nunca de modelo a ser levado para o médico. Isso porque o resultado nunca ficará igual, já que cada mulher possui uma anatomia completamente diferente da outra e você nunca sabe se aquela foto é real ou apenas um belo trabalho de Photoshop.

12. A amamentação pode ser afetada por um motivo.

Na maioria dos casos, a prótese de silicone não prejudica a amamentação. Porém, se a incisão for areolar, existe um pequeno risco de dano aos ductos mamários e, assim, na capacidade de amamentar.

13. O surgimento das estrias nos seios com silicone depende de certos fatores.

Não tem jeito, quando a prótese de silicone é colocada, a pele fica esticada e, portanto, mais sujeita às estrias. Alguns fatores podem facilitar seu aparecimento:

  • Idade da paciente;
  • Presença de estrias pelo corpo;
  • Colocar próteses muito grandes;

A boa notícia é que as estrias podem ser evitadas. A recomendação principal é manter a pele constantemente hidratada — passe óleo nos seios durante o banho e cremes assim que sair. Isso vale para antes e depois da cirurgia.

14. Após a colocação da prótese de silicone os seios poderão ter uma sensação natural ao toque.

A consistência das próteses de silicone usada atualmente, além da densidade e textura, faz com que o toque nos seios seja agradável, quase igual ao seio natural. Esse aspecto pode ser alcançado quando as próteses são colocadas abaixo do músculo.

Em geral, o material interno da prótese é feito de silicone em gel altamente coesivo, dessa forma, em caso de ruptura, o material não é espalhado pelo organismo.

15. Pode haver necessidade, ou não, de trocar a prótese de silicone.

Essa é uma dúvida tão comum que já virou mito, levando à pergunta: Precisa trocar a prótese de silicone? A resposta de hoje é bem diferente de anos atrás, isso porque as próteses eram feitas com outro material, necessitando de substituição a cada 10 anos. Portanto, com o uso das próteses modernas, não é preciso fazer a troca das próteses de silicone, a não ser que aconteça uma ruptura ou contratura muscular.

16. A prótese de silicone sozinha não levanta os seios, nem corrige a flacidez.

Após a gravidez ou depois de grande perda de peso é comum as mulheres desejarem fazer a Mamoplastia de aumento para levantar os seios e eliminar a flacidez. Mas isso é possível? Na maior parte dos casos, não. É preciso fazer uma Mastopexia de elevação — procedimento que levanta as mamas pela retirada de pele excedente.

Mas essa cirurgia pode, sim, ser associada à inclusão da prótese de aumento. Ao aliar ambos os procedimentos, é possível corrigir a flacidez. Contudo, você precisa saber que a cicatriz ficará um pouco maior.

17. Seios grandes com silicone podem afetar a postura ou trazer dores nas costas.

Tudo depende da proporção! Se você escolher implantes grandes em relação à sua estrutura física, os efeitos na alteração postural e as dores nas costas serão inevitáveis. Mas se o tamanho do implante for proporcional ao seu corpo, a sua postura e sua coluna não serão afetadas.

Infelizmente, esse problema ainda é muito comum, pois muitas mulheres insistem em colocar uma quantidade maior do que seu corpo suporta e depois vem o arrependimento. Por isso, é sempre fundamental ouvir a opinião do cirurgião quanto ao tamanho máximo da prótese de silicone ideal para você.

18. O tipo de anestesia usada para colocar prótese de silicone nos seios.

Em geral, a anestesia é a local*, mas a melhor pessoa para dar essa informação a você é o médico que fará sua cirurgia. Durante a consulta, aproveite para saber se ela será aplicada por um anestesista e se haverá uma avaliação pré-anestésica — obrigatória em São Paulo desde 2006, pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

19. A cirurgia para colocar silicone deve ser realizada em local adequado.

Se a sua maior dúvida sobre a cirurgia de prótese de silicone for onde ela será feita, na clínica ou no hospital, temos a resposta: no hospital, sem dúvida. É muito mais seguro para a sua saúde, já que o ambiente hospitalar é totalmente equipado para a realização desse procedimento.

20. Cuidados com o pós-operatório da cirurgia para colocar prótese de silicone.

O pós-operatório é muito importante, sobretudo devido à cicatrização, que causa muita preocupação. Embora haja recomendações específicas para cada paciente, há aquelas que são gerais e muito importantes. Você precisa conhecê-las!

  • Haverá um curativo local nas primeiras 24 horas;
  • O sutiã recomendado pelo médico deve ser de uso contínuo durante dois meses, ele ajuda na recuperação e aprimora o resultado final;
  • As atividades rotineiras são retomadas gradativamente a partir do décimo dia da cirurgia;
  • Os exercícios físicos serão retomados de forma gradual depois do primeiro mês;
  • Geralmente, o pós-operatório da cirurgia não é doloroso.

21. O preço da sua cirurgia de prótese de silicone nos seios.

 

O valor da cirurgia para colocar silicone costuma pesar na decisão de quem deseja passar pelo procedimento. Assim, muitas mulheres acabam escolhendo o profissional que oferece o menor preço. No entanto, é muito importante que outros fatores sejam analisados. O ideal é conseguir mesclar um bom preço com segurança e qualidade.

O valor total da cirurgia de prótese de silicone inclui os custos:

  • Internação
  • Acessórios cirúrgicos
  • Cirurgião Plástico
  • Cirurgião auxiliar
  • Anestesista
  • Equipe de enfermagem
  • Medicamentos
  • Valor da prótese de silicone

E então, está mais segura para dar o próximo passo e colocar sua prótese de silicone? Você ficará surpresa em como essa decisão poderá melhorar a sua autoestima. Se ainda restaram dúvidas entre em contato.

* informações do site da Master Health